Loja

Pop Art: um movimento para colorir sua loja!

Escrito por Sólidus Smart

Um pouquinho de história

O pop art, movimento artístico do final da década de 50, remete a uma tendência que transforma o cotidiano e seus acontecimentos em obras, como os famosos quadros de Andy Warhol.

Este movimento surgiu logo após a Segunda Guerra Mundial, fase em que o expressionismo deixa de ser o foco no mundo das artes, este último, dominado pelas elites locais.

Sendo assim, o pop chegou para aproximar a arte das massas e acima de tudo, o pop foi uma crítica ao consumismo. Lawrence Alloway, crítico de arte inglês, acabou por denominar este movimento que se inspirava no cotidiano popular, ironizando-o de algum modo.

Decorando com Pop Art

Uma ótima opção para decorar com o estilo pop art é investir em móveis ou objetos de cores vibrantes e diferentes. Afinal, como o pop art é um estilo que tem como premissa a ousadia, usa tons e elementos divertidos, onde também é possível selecionar e usar peças avulsas, de coleções e cores diferentes.

O Pop Art para sua Loja

Tendo nascido com base em elementos da publicidade, cinema e quadrinhos, este movimento usa de pitadas de crítica.

Aplicando a tendência do pop em elementos para sua loja, você pode explorar os móveis e objetos com tonalidades vibrantes e até mesmo fluorescentes, pois este movimento buscou sempre retratar uma sociedade vanguardista e desenvolvida.

É importante lembrar de, ao fazer compras para sua loja, que a decoração pop art “conversa” bem com jovens, afinal, os objetos e móveis coloridos e alegres, tornam qualquer ambiente divertido.

Pufes, tapetes, quadros com celebridades, almofadas são boas opções de peças com valor não tão alto e que tem boa saída.

Elementos do pop art

As estampas, ilustrações da pop art são geométricas, utilizando triângulos, losangos e retângulos, remetendo à dois estilos de decoração, o moderno e o vanguardista.

Para inseri-las em sua loja por meio de produtos, você pode optar também por papéis de parede, outra opção com valor não tão alto e que podem trazer bom retorno, bem como por luminárias diferentes, indicando que pela irreverência do movimento, seu cliente pode instalá-las também de forma não uniforme.

É possível também trabalhar a decoração com móveis e itens vintage, os quais remetem às tendências dos anos 50 e 60 e que caem muito bem com o pop art.

Lembre-se de orientar seu cliente para a criação de um contexto por trás das escolhas dos objetos ou móveis, inclusive questionando se o mesmo conhece o trabalho dos artistas e se, por ventura, se identifica com cores ou aspectos específicos de cada obra.

Atualmente um dos principais nomes da pop art no Brasil é o artista plástico Romero Britto, que mistura um pouco de cubismo com muita cor, uma boa referência para a escolha de produtos em sua loja.

Texto: Fernanda Delgado
Foto: Jack Thompson

 

Sobre o autor

Sólidus Smart

Deixe um comentário