Economia Gestão Empresarial Móveis Vendas

Franquia: uma boa alternativa para Lojistas de Móveis e Decoração!

Escrito por Fernanda Delgado

Se você está pensando em começar ou diversificar o seu negócio de móveis e decoração, aqui vai um dado que é um verdadeiro incentivo: de acordo com pesquisas do IEMI – Instituto de Estudos e Marketing Industrial, o varejo de móveis e decoração movimenta mais de R$ 100 bilhões por ano e tem nas franquias uma ótima oportunidade para novos e experientes empreendedores.

Ainda de acordo com o IEMI, o percentual de participação das linhas de móveis que compõem o setor é a seguinte: móveis de escritório= 33%; cozinha= 12%, sala de jantar= 11%, estofados= 10%, colchões= 8%, sala de estar= 5%, outros= 10%.

Dicas para o novo empreendedor

A experiência no setor não é necessariamente uma condição, porém, o relativo conhecimento nas áreas gerencial e de recursos humanos é aconselhável. Até porque o bom plano financeiro e o bom atendimento são fundamentais para o sucesso de qualquer negócio. Assim como um bom Sistema de Gestão para o controle e eficiência operacionais. O objetivo maior deve se concentrar na execução das funções administrativas, deixando o know how do negócio por conta da(s) franquia(s).

Dicas para o empreendedor experienteTempo de mercado, marca conhecida, carteira de clientes consolidada. Mas a mesma necessidade de se manter vivo a cada dia. Quem sabe não seja uma boa hora de ampliar a linha, agregar novos produtos?  As franquias tradicionais já não fazem tanto a diferença? Aqui vão duas dicas de como chegar a novas franquias e, assim, ganhar exclusividade e mais competitividade:

Utilize o canal online
A sua loja virtual certamente é uma poderosa arma de vendas. Que tal utilizá-la para também captar novas franquias? Abra uma página específica para o cadastro de novos fornecedores e, quem sabe, você não acaba descobrindo produtos interessantes? Mais do que isso, você pode conhecer futuros parceiros, por que não? Se o produto é bom, inédito no mercado, possui potencial de venda, mas não tem capacidade de produção, aí existe uma possibilidade de uma parceria. E de diversificação do seu negócio.

Mantenha-se atento e pesquise
Quem vive o dia a dia do mercado sabe melhor do que ninguém o que se passa nele. Nunca lhe aconteceu de sentir a falta de algum item para suprir determinada necessidade? Pois bem: vá atrás desse item. Pesquise para ver se ele já não existe. Fale com seus fornecedores, com as associações industriais de sua cidade e região, pesquise na internet, participe de feiras do setor. Acompanhe o que o seu concorrente está fazendo. Das duas, uma: ou você acaba descobrindo o produto que buscava ou um meio de fazê-lo. Com ou sem um associado.    

Por fim, como reforço ao tema e ao mercado em questão, seguem mais dados do IEME: o varejo de móveis e colchões no Brasil, ano passado, cresceu 2,6% em volume de peças, 5,5% em faturamento e movimentou mais de R$ 80 bilhões. Já o mercado de decoração, segundo a ABCasa, obteve um crescimento ainda maior: 23%, o que significa um movimento na ordem de R$ 25 bilhões.

     

Sobre o autor

Fernanda Delgado

Deixe um comentário